terça-feira, 3 de maio de 2011

fuja de quem despreza a palavra

“Encontre-se com o homem a ursa à qual roubaram os filhos, mas não o louco na sua estultícia” (Provérbios 17.12).
É loucura descrer da Palavra de Deus. Melhor é estar frente a frente com a ursa que teve os filhotes roubados. A pessoa que abre o coração para o diabo pode fazer qualquer mal a você, portanto, fuja dos que desprezam a Verdade e aceite o conselho bom.
Quando um indivíduo decide descrer da Palavra de Deus, ele se deixa possuir pela pior loucura que o inferno já produziu e passa a ser alguém de alta periculosidade em todos os sentidos. Ele fica cego para a Verdade, começa a ser controlado pelas forças diabólicas e, por isso, não é bom ficar diante dele, pois o diabo poderá usá-lo em suas mais sujas operações. Somente o temor à Palavra do Senhor dá ao homem juízo sadio (Salmo 111.10; Provérbios 1.7).
Coitado de quem, sem o poder de Deus, coloca-se diante dessa pessoa, pois o amor, a consideração e outras virtudes que são comuns ao homem normal não são encontrados nos loucos. Eles nem pensam duas vezes em fazer o mal. As Escrituras declaram que é preferível encontrar uma ursa de quem foram subtraídos os filhotes a estar diante dos loucos. No entanto, os servos de Deus devem estar conscientes de que receberam poder ao serem batizados no Espírito Santo para libertarem esses infelizes. Na verdade, nós, servos do Altíssimo, somos os únicos com poder para livrar essas pobres e infelizes vidas.
A pior coisa que uma pessoa pode fazer é abrir o coração para o inimigo. O diabo usa os que se dão a ele das mais diversas e perdidas maneiras. Os loucos não têm vontade própria, pois são dominados e dirigidos pelo gênio do mal. Agora, quem se oferece a Deus para libertar esse tipo de gente consegue a maior glória que alguém poderia desfrutar. Como membros do Corpo de Cristo, estamos autorizados e armados para a batalha que liberta essas pessoas. Não tema o que o inimigo aparentemente possa fazer, pois você pode tudo desde que o Senhor o esteja fortalecendo (Filipenses 4.13).
É bom manter uma distância daqueles que desprezam a Verdade, mas precisamos anunciar-lhes a mensagem libertadora do Evangelho, sem mantermos comunhão com eles. Observar, analisar e presenciar o que eles fazem podem contaminar até os mais santos. Não é necessário conhecermos as profundezas de Satanás, basta ter ciência do que o Senhor nos dá.
Atenção aos conselhos de Deus! Ele não fala nada por acaso nem nos adverte à toa. O inimigo é pernicioso, astuto e está sempre em batalha para destruir aqueles que não são fiéis ao Senhor. Já o Pai protege todos os que dão à Sua Palavra o respeito e atenção devida, e guarda os que são dEle (2 Timóteo 2.19; 2 Tessalonicenses 3.3).

Nenhum comentário: