quinta-feira, 11 de agosto de 2011

como pode ?

Como pode um Deus amoroso mandar pessoas para o inferno?

Deus dá a todas as pessoas evidências suficientes de sua existência.

Pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles [os homens], porque Deus lhes manifestou. Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis”. (Romanos 1: 19-20)

Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos”. (Salmos 19:5)
Apesar disso, as pessoas escolhem não conhecê-lo.

Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador…” (Romanos 1:25)

Diz o tolo em seu coração: “Deus não existe”” (Salmos 14:1)

Todos nós, tal qual ovelhas, nos desviamos, cada um de nós se voltou para o seu próprio caminho.” (Isaías 53:6)

Deus olha lá dos céus para os filhos dos homens, para ver se há alguém que tenha entendimento, alguém que busque a Deus. Todos se desviaram, igualmente se corromperam; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer”. (Salmos 53:2-3)

Nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus”. (2Timóteo 3:1-4)

Portanto, Deus está dando às pessoas o que elas querem.
Deus quer que todas as pessoas sejam resgatadas de seus pecados e conheçam a verdade (1Timóteo 2:3-4). Ele deseja que todos se arrependam e venham a conhecê-lo (2Pedro 3:9). Entretanto a Bíblia também revela que Deus não força ninguém a reconhecê-lo. Ele permite que as pessoas o rejeitem mesmo que isso não o agrade. Deus é amor (1João 4:16), mas ele permite que as pessoas rejeitem seu amor e permaneçam em seus pecados.
A Bíblia diz que haverá um julgamento, quando todos terão que se apresentar diante do trono de Deus (Apocalipse 20:11-13). Qualquer um cujo nome não for encontrado escrito no “livro da vida” será jogado no lago de fogo (Apocalipse 20:15).
Deus disse aos israelitas:
Hoje invoco os céus e a terra como testemunhas contra vocês, de que coloquei diante de vocês a vida e a morte, a bênção e a maldição. Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam.” (Deuteronômio 30:19).
Esta é a escolha perante cada um de nós: a bênção ou a maldição, vida ou morte, o amor de Deus ou a ira de Deus.
Parece ilógico para alguns que Deus possa ser amoroso e iracundo ao mesmo tempo. Entretanto, muito do caráter de Deus é além da nossa compreensão. A ira de Deus e o seu amor são compatíveis, mesmo que de uma forma que não possamos ainda compreender.
Mesmo que não possamos entender completamente, a decisão ainda está diante de nós. Deus diz que todos nós merecemos sua ira e julgamento. Jesus disse:
…a menos que vocês creiam que Eu Sou vocês morrerão em seus pecados”( João 8:24).
Mas Ele convida a todos a se dirigirem a ele para obter perdão, para ao invés de serem condenados por ele possamos ser perdoados e reconciliados com ele. Jesus disse:
Em verdade, em verdade vos digo: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida”. (João 5:24).

por willes pinheiro
fonte mantenedor da fé

Nenhum comentário: